terça-feira, abril 01, 2008

Aula de Antropologia , pela Dr.ª Nathalie Antunes-Ferreira, na Azinhaga dos Mártires

video

Hoje, 1 de Abril, foi curiosamente o dia mais movimentado na necrópole romana da Azinhaga, até ao momento: - Desde a reunião de Trabalho com a tutela (IGESPAR/Direcção Regional de Cultura do Alentejo) até ao apoio à comunidade Escolar de Alcácer (regressada de Férias).

Como sempre, procuramos explicar os trabalhos em cursos a quem nos visita. Desta vez, preveligiamos a análise da necrópole, na perspectiva da antropologia.

Ou seja: - Apesar de calcinados, fragmentados, alterados por acção térmica, após séculos depositados na areia ou inseridos no interior de "urnas cerâmicas", os ossos contêm informação preciosa que nos permite reconstruir aspectos da "biologia" dos alcacerenses em contexto romano.

Se a arqueologia permite datar, recuperar os rituais, "ler" a "arquitectura da necrópole", em termos espaciais em função de diacronias e sincronias, a Antropologia, permite " ler o possível de cada indivíduo", por vezes a idade, às vezes o sexo, as doenças e as marcas da alimentação, etc.

Sem comentários: