quinta-feira, abril 17, 2008

Visita de Estudo à Villa Romana de Santa Catarina:Alunos do Prof. Adelino

video

5 comentários:

Anónimo disse...

Senti-me orgulhoso por ver a nossa cripta que hoje vai ser inaugurada ser alvo de uma reportagem divulgada pelo programa "Bom Dia Portugal" da RTP1. Senti um grande orgulho ao saber que Alcácer do Sal dispõe da maior Cripta Arqueológica do País. Finalmente o sonho da vida de três Homens vai ser concretizado, obrigado a si, Dr. Carvalho, bem como ao Dr. Cavaleiro Paixão e um especial agradecimento ao grande "obreiro" deste museu, que infelizmente já não está entre nós. OBRIGADO JOÃO!!! Não deverei estar presente na inauguração mas assim que arranjar um tempinho irei dar por lá uma vista de olhos. Logo á noite se possível gostaria de ver imagens da inauguração. DESEJO UMA BOA SORTE E QUE ESTE ESPAÇO SEJA VISITADO POR MUITOS VISITANTES. SERÁ UMA GRANDE HOMENAGEM AO "NOSSO" João Faria.

Antonio Rafael Carvalho disse...

Obrigado pelo comentário.
Afinal quem está de parabens são os Alcacerenses e este espaço museológico impar no nosso país é um reflexo da importante história desta cidade ao longo dos séculos.
A Cripta é o resultado "visível" de um longo trabalho colectivo e de uma parceria feliz, entre o Municipio de Alcácer e o IGESPAR. Muitas pessoas passaram pela Cripta, antes da escavação, durante os trabalhos arqueológicos e no decurso da Musealização.Todos nós fomos fundamentais para a conclusão deste projecto (directa ou indirectamente) e é uma justa homenagem ao "NOSSO" JOÃO FARIA.
Uma nova etapa vai começar e Alcácer faz justiça em relação à sua História. Temos a maior Cripta Arqueológica do País e unica, porque permite num discurso expositivo bem conseguido, efectuar uma viagem, desde a a escavação, até à Idade do Ferro. Como referiu um colega meu, professor numa Universidade em Lisboa, Alcácer esmaga, pela qualidade incontornável da sua riqueza documental arqueológica, seja aqui no castelo, seja em Santa Catarina, na Azinhaga do Sr. dos Mártires, em Abul, etc.
Desde hà mais de 6 000 anos que gerações de pessoas viverem, nasceram e morreram nesta cidade. Houve guerra, fome, crises sociais, económicas, mas melhor ou pior, ninguem desistiu de apostar nesta terra. A vida é uma construção que se faz caminhando, a cidade é vossa, tratem-na bem, porque ela terá que ser entregue às novas gerações de Alcacerenses.Para quem não esteve presente, vou inserir alguns filmes e fotos, que dão uma ideia da importante cerimónia que aqui decorreu. Tratem o vosso património como se fosse a vossa casa, divulguem, falem, partilhem, leiam, investiguem, porque vale a pena.

Antonio Rafael Carvalho disse...

Para concluir:
Não se esqueçam que o testemunho arqueológico é genuino por natureza, porque foi deixado sem se saber se seria ou não descoberto. Em contrapartida, os textos documentais, tem sempre leitores e procuram sobreviver, por isso podem ter segundas intenções. O que verão na Cripta é uma imagem genuina e honesta do quotidiano de Alcácer, desde o I Milénio antes de Cristo, até ao século XIX, revelando intimidades, crenças e rituais.

Sal@tia disse...

Citando as suas palavras: "Muitas pessoas passaram pela Cripta, antes da escavação, durante os trabalhos arqueológicos e no decurso da Musealização."

Na minha opinião a população de Alcácer do Sal desde que se começou a desenvolver o projecto de escavação do convento e dos terrenos da pousada começou a mostrar e ter um grande interesse pelo património desta cidade que na altura era uma vila. Lembro-me bem que na década de 90 muitas eram as pessoas de Alcácer a trabalhar nas escavações. Adultos e Jovens deram cada um, um pouco de si, em torno de um único objectivo – A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÓNIO ALCAÇERENSE -Foi fantástico o esforço que todos fizeram ao estar a escavar ao mesmo tempo que decorria a obra de construção da pousada em pouco menos de 5 anos.
Tornou-se um projecto acarinhado por toda a população. De facto a entidade, Pousadas de Portugal, teve em consideração a preservação do património. Podiam simplesmente querê-lo destruí-lo sem qualquer preocupação. QUE ESTE MONUMENTO TENHA MILHARES DE VISITANTES... Lembro-me agora de uma situação: O SONHO COMANDA A VIDA, é uma boa frase que pode ser aplicada neste monumento. O JOÃO FARIA SONHOU BASTANTE COM ESTE PROJECTO E HOJE ELE ESTÁ AQUI. VALEU O SEU SONHO, ESFORÇO E DEDICAÇÃO EM TORNO DESTE PROJECTO. ONDE QUER QUE ESTEJAS JOÃO, ALCÁCER NUNCA TE IRÁ ESQUECER! Que os próximos que aí venham sejam encarados com a vontade que este Homem teve de erguer a CRIPTA.

Antonio Rafael Carvalho disse...

Concordo. Que a festa seja dos Alcacerenses, agora e sempre (estamos de parabens). O sonho comanda a vida, mas não basta querer, temos que fazer, e todos nós, independentemente das diferenças (que são necessárias), somos necessários para o fazer.
Quem não parende com a história, está condenado a repeti-la! O mesmo se passa com a "história" de cada um de nós.