sábado, dezembro 29, 2007

Viagem a Monsanto ADPA 2007










5 comentários:

Anónimo disse...

Parabens pela sua iniciativa própria de criar um blogue para divulgar os trabalhos de defesa do património do riquissimo concelho de Alcácer do Sal... Intressante a ligação do passado com o futuro aliado às novas tecnologias... Deixo-lhe uma sugestão: porque não criar um site oficial SÓ sobre o património do municipio, onde à semelhança deste blogue fosse actualizado com as campanhas em curso. E por falar em campanhas para quando a divulgação do resultado da campanha de 2007 no campo arqueológico da Villa Romana de Santa Catarina de Sítimos?

Antonio Rafael Carvalho disse...

Obrigado pelo comentário. Criar um blog é a coisa mais fácil do mundo, contudo mante-lo já é outra história, porque tambem ele cresce ou morre connosco. Quem quizer criar um blog só sobre Património Alcacerense é só avançar... Não somos donos de nada, mas unicamente responsáveis pelo que criamos e seleccionamos.
Sobre a villa romana de Santa Catarina... Ao contrário do que estava à espera, Santa Catarina não é uma ocupação romana tipica da Lusiania. Os vários elementos dispóníveis levam-nos quase sempre para a Itália... Por outro lado, estamos perante uma Villa Fluvial, complectamente diferente da maior parte das villae escavadas em Portugal. Santa Catarina é uma "joia Unica" que guarda ciosamente os seus segredos. Ou seja, a area escavada é insuficiente para um primeiro estudo, mas conto em 2008 avançar mais elementos sobre esta ocupação romana.

Anónimo disse...

Quando dei a sugestão da criação de um site foi apenas para a promoção do património histórico deste concelho, por outras palavras a criação de um "site oficial" permitiria um maior destaque dos trabalhos em curso bem como uma base de dados sobre o património, permitindo assim a concentração de informação num unico espaço, projectando-se mais que um blog. Relativamente à villa romana de Santa Catarina, fico feliz pela descoberta unica deste tipo de estrutura e ainda mais feliz fico por esta "joia unica" como lhe chama, estar em território Alcacerense. Que esta Joia lhe dê ânimo para que nos proximos anos ponha de uma vez a Villa a Descoberto. Lá diz o ditado: "Uma imagem vale por mil palavras" por isso vá divulgando imagens desta Escavação.

Antonio Rafael Carvalho disse...

De facto Alcácer é uma terra unica a começar pelo seu nome. Em todo o Império Romano, desde as Terras Baixas da actual Escócia, passando pelo Norte de Africa e terminando no actua Norte do Iraque (Antigo Reino Vassalo da Arménia), só existe uma cidade com o nome da Deusa Salácia, que é a actual Alcácer. Em contexto islâmico Alcácer tem sempre o nome de al-Qasr que nunca perde, mas que é associado a outros nomes, como por exemplo Abu Danis, Banu Wardas, al-Fath e al-Milh. A quase totalidade dos nomes Qasr situam-se no Oriente, no chamado Bilad al-Sham/Siria, Jordania, Palestina, Israel. O outro conjunto de qasr situam-se ao longo do rio Nilo, no denominado Mirs/Egipto actual. Um outro conjunto mas de fraca expressão localiza-se nos actuais Emiratos Arabes Unidos, desde o Dubai até ao Estreito de Ormuz.
Em Portugal só existe uma terra com o nome de Alcácer e em Espanha existem escassos alcácer. Em Marrocos a palavra é substituida pelo Arabe Dialectal local e escreve-se Kusur. Outra área importante de Qasr é a actual Tunísia e Libia, mas aí a quase totalidade dos qasr são dedicados à Guerra Santa, contra os Bizantinos e Italianos.

Antonio Rafael Carvalho disse...

E tambem um obrigado pelo apoio aos trabalhos arqueológicos em Santa Catarina, porque a valorização cultural de um espaço, sitio arqueológico só tem sentido se for partilhado e compreendido pela população, especialmente a local, que deve considerar aquele espaço não só a sua memória colectiva, mas algo que é unico e que deve ser persevado como seu.